MySQL Para Iniciantes

O principal objetivo deste post é ajudar as pessoas que pretendem iniciar os estudos com banco de dados utilizando o Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD), MySQL, de uma forma rápida, objetiva e prática.

De uma maneira conceitual o banco de dados é uma coleção de dados relacionados. Com dados, queremos dizer fatos conhecidos que podem ser registrados e possuem significado implícito.

Considere os números de telefones e endereços das pessoas que você conhece. Você pode ter esses dados registrados em uma agenda ou, talvez, os tenha armazenado em um software específico utilizando o Microsoft Access ou Excel. Essa coleção de dados, com um exemplo bem genérico, é chamado banco de dados.

A 6ª edição do livro Sistemas de Banco de Dados dos autores Ramez Elmasri e Shamkant B. Navathe é uma ótima indicação para quem quer se aprofundar nas características e técnicas de um banco de dados.

Um Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados (SGBD) tem mais funcionalidades do que um banco de dados. Além de armazenar dados sobre um determinado objeto, o SGDB permite o gerenciamento e manipulações de dados, como por exemplo, inserção, exclusão e alteração das informações.

O MySQL não é apenas um banco de dados, mas sim, um Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados, pelo motivo de todas essas características estarem presentes nele.

Atualmente o MySQL é considerado um dos SGBD’s mais populares, com mais de 10 milhões de instalações pelo mundo. A maioria dos sistemas operacionais existentes no mercado suportam a execução do MySQL. Por ser um programa escrito em C e C++, isto torna extremamente fácil a sua portabilidade entre diferentes plataformas. Dentre as principais, pode-se destacar:

Linux (Fedora Core, Debian, SuSE, RedHat);
Unix (Solaris, HP-UX,AIX, SCO);
FreeBSD;
Mac OS X Server;
Windows.

O MySQL tem um alto poder de execução e de armazenamento. É um banco de dados extremamente poderoso, pronto para executar mais de um bilhão de consultas por dia de um site, ou até mesmo processar milhares de transações por minuto.

Linguagem SQL

O nome SQL hoje é expandido como Structured Query Language (Linguagem de Consulta Estruturada). Originalmente, SQL era chamada de SEQUEL (Structured English QUEry Language – Linguagem Inglesa de Consulta Estruturada) e foi criada e implementada na IBM Research como a interface para um sistema de banco de dados relacional experimental, chamado SYSTEM R. Agora é a linguagem padrão para SGBDs relacionais comerciais.

É um tipo de linguagem que as pessoas usam para executar as tarefas necessárias em um Sistema de Gerenciamento de Banco Dados, como por exemplo, criação de um banco de dados, consultas, exclusões e alterações necessárias de todos os seu dados, sejam eles pessoais ou de uma pequena/média empresa.

 

Para entender melhor sobre a linguagem você precisa instalar o MySQL de acordo com o tópico a seguir.

Instalando o MySQL

O caminho para você instalar o MySQL dependerá do seu sistema operacional. No site oficial do MySQL, www.mysql.com, existe as instruções necessárias para fazer o download e de como instalar o programa no seu computador ou notebook.
Usuários do Windows podem encontrar orientações de instalação abrangentes do manual de referência do MySQL ou clicar neste link http://dev.mysql.com/downloads/windows/installer/ para iniciar o download.

Para usuários que utilizam o Sistema Operacional MAC, acesse http://dev.mysql.com/doc/refman/5.1/en/osx-installation-pkg.html e encontrará todas as etapas necessárias para instalação do MySQL.

Os usuários do Linux também têm o seu próprio manual de referência, que inclui instruções sobre a instalação de um pacote binário genérico, extrair e compilar a partir de uma distribuição.
Neste endereço, http://dev.mysql.com/doc/refman/5.1/en/linux-installation.html, abrange todo conteúdo.

Comandos Básicos no MySQL

CREATE DATABASE

Cria um banco de dados. Este comando cria uma área lógica, diretório, onde estarão armazenadas todas as tabelas do banco de dados.

1 - CREATE

O comando CREATE DATABASE vem acompanhado de uma condição ‘IF NOT EXISTS’, o mesmo garante uma segurança, ou seja, evita repetições do nome do banco de dados no MySQL. Se existisse um banco de dados Papelaria uma mensagem de erro iria aparecer para o usuário escolher um outro nome.

SHOW DATABASES

2 - SHOW DATABASES;

Este comando mostra todos os banco de dados que já foram criados no MySQL. Criamos um com o nome de papelaria e para iniciar as atividades é necessário utilizar o comando “USE PAPELARIA”.

CREATE TABLE

3 - CREATE TABLE

Após selecionar o banco de dados desejado o próximo passo é criar as tabelas que irão receber os dados para serem armazenados.

O exemplo mostra a criação de 3 tabelas: Clientes, Funcionários e Produtos. Todas elas também utilizaram a cláusula ‘IF NOT EXISTS’, em um banco de dados pequeno este comando parece não ter grande importância, porém uma base de dados de uma pequena, média e grande empresa é viável que o administrador do banco de dados faça o uso do mesmo.
Cada tabela contém seus principais atributos que receberão a inserção dos dados futuramente.
A tabela clientes contém quatro atributos: CPFCLIENTE, com o tipo de dado escolhido CHAR e o número de caracteres que serão inseridos, 11. A cláusula Primary Key significa Chave Primária, ou seja, valor que não iria se repetir, cada cliente terá sua identificação própria.

Em chaves primárias não pode ter valores nulos ou repetidos. Além deste atributo dentro da tabela, existem mais três: NOMECLIENTE, ENDERECOCLIENTE E TELEFONECLIENTE.
De modo semelhante foram criados os atributos nas tabelas Funcionários e Produtos.

INSERT

4 - INSERT CLIENTES

Para inserir dados nas tabelas, basta escolher a qual você deseja. Neste exemplo, escolhemos a tabela clientes. A cláusula para inserir dados é: INSERT INTO CLIENTE VALUES, em cada aspas está incluso os dados de acordo com os atributos que foram criados para receber os dados. Lembrando a sequência: CPF, NOME, ENDEREÇO E TELEFONE.
Embaixo é o exemplo da inserção nas outras tabelas: Funcionários e Produtos.

5 - INSERT FUNCIONARIOS

 

6 - INSERT PRODUTOS

É importante notar que para inserir os dados nas tabelas, deve fazer o uso das aspas ‘’ e as vírgulas para diferenciar um atributos do outro.

SELECT

A cláusula SELECT serve para selecionar todos os dados da tabela de uma forma coerente e de acordo com que foi sendo feita a inserção dos dados.

7 - SELECTFROMCLIENTES

Mas pode especificar o tipo de consulta que deseja, um exemplo seria mostrar apenas o cliente que mora na ‘Rua Novaes’.

8 - SELECT WHERE

Notem que este comando acima vem acompanhado da cláusula SELECT nomedacoluna FROM nomedatabela WHERE nomedoatributo = ‘RUA NOVAES’. Outros comandos também podem ser feitos mudando as condições das consultas.

DELETE

O comando delete serve para excluir os dados de uma tabela desejada. Siga o exemplo abaixo:

DELETE

O comando acima especificou qual cliente deveria ser excluído da tabela, neste caso foi o cliente com o nome de Silas.
Caso você queira limpar todos os registros da tabela, basta utilizar o comando DELETE FROM nomedatabela.

UPDATE

Este comando serve para atualização/alteração de um registro na tabela.

UPDATE

Neste exemplo acima, substituímos o nome do funcionário que continha o código de identificação 1 por Luiz.
Esses são apenas os comandos básicos do MySQL, pois ainda existe diversos para estudar.

Se você quiser aprender mais, clique neste link http://dev.mysql.com/doc/refman/5.6/en/tutorial.html nele inclui mais detalhes de como criar banco de dados, adicionar dados nas tabelas e diversas sintaxes necessárias para ajudar nas operações do seu desenvolvimento.

Brenner Lopes
lp_teacher
Brenner é saxofonista profissional, desenvolvedor WordPress, especialista em banco de dados formado pela FATEC e pós graduado em Desenvolvimento Web pelo UNISAL. Além dos cursos, participou ativamente da criação do site Cursos7.
Sem comentários ainda. Seja o primeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *