Vantagens e Desvantagens do WordPress

Há mais de cinco anos trabalho diariamente com WordPress, administrando e construindo sites, lojas, portais, cursos e até mesmo sistemas web. Nos últimos tempos tenho percebido uma alta no número de iniciantes que procuram por esta ferramenta, seja para construir blogs ou sites profissionais.

Para um desenvolvedor experiente, os pontos altos e baixos do WordPress são bem diferentes daquilo que pode ser bom ou ruim para um iniciante. Com base no que tenho visto junto aos nossos alunos mais iniciantes da Cursos7, resolvi escrever esse post para lhe ajudar a entender o que esperar (e não esperar) deste CMS.

Todos os pontos apresentados sobre as vantagens e desvantagens são baseados na minha experiência pessoal, meu ponto de vista apenas, sinta-se à vontade para discordar. Vamos lá!

Principais Vantagens do WordPress

Popularidade

O WordPress é o CMS mais popular existente. Sua popularidade é maior do que a dos outros principais CMSs somados. Absurdo! Isso se deve ao grande número de pessoas “normais” que usam a ferramenta para produzir blogs e sites simples, em contrate com outros CMSs que são mais utilizados por profissionais da área de desenvolvimento web.

Essa popularidade toda gera um grande número de adeptos à ferramenta, pessoas que contribuem (com interesses financeiros ou não) e isso enriquece muito o ecossistema da ferramenta. É muito fácil nos dias de hoje encontrar um desenvolvedor WordPress, encontrar bons temas, plugins e soluções, simplesmente porque existem muitas pessoas utilizando o CMS todos os dias.

Gratuito

Ser gratuito é um ponto muito alto do WordPress, especialmente para iniciantes. Você não precisa gastar um centavo para começar a construir blogs e sites. Não precisa investir para ter seu primeiro projeto no ar e experimentar a ferramenta a fundo.

Isso te dá uma alavancagem muito grande, pois se você não se adaptar ao CMS poderá partir para outra solução sem perder muito dinheiro. Além disso, por ser gratuito, ele diminui as barreiras de entrada para novos usuários, o que garante uma popularidade cada vez maior.

Open Source

Um dos aspectos preferidos por desenvolvedores profissionais pode ser uma grande sacada para iniciantes também. Código aberto significa que qualquer pessoa com conhecimento pode ter acesso ao código fonte do software e utilizá-lo da forma que entender. Com isso você não fica preso caso queira efetuar modificações específicas e personalizações.

Além disso, por ser open source, qualquer um pode estudar a fundo o funcionamento do CMS e desenvolver temas e plugins de alto nível. Com open source todos temos muito a ganhar.

Interface

Na minha opinião, o WordPress possui a interface mais avançada entre os principais CMSs do mercado. Embora confusa no início, com o tempo a simplicidade e a fluidez vem à tona e você começa a sentir como o conceito de páginas e posts é extremamente poderoso.

A cada atualização os desenvolvedores tentam simplificar ainda mais, entretanto sem “capar” (diminuir) as funcionalidades do CMS. Logo, embora a curva de aprendizagem tenha que ser alta no início, depois fica fácil se adaptar às novas mudanças visuais, que sempre vem para melhor.

Temas

Se você está entrando agora no universo WordPress e preza uma aparência profissional para seu site, mas não sabe programar, saiba que está em bons lençóis. WordPress tem tema para tudo, todos os gostos (e bolsos!). O nível de sofisticação dos temas mais caros é incomparável.

Além da extensa base de temas, cada vez mais os temas estão evoluindo e oferecendo pacotes de plugins focados em uma solução: ao comprar um tema para um site de imobiliária, por exemplo, ele já vem com plugins para gerenciar propriedades e receber orçamentos.

Plugins

Plugins são a forma de extender as funcionalidades de um site WordPress. Existem plugins para virtualmente tudo no WordPress: formulários de contato, lojas virtuais, redes sociais, segurança, SEO, controle de spam, catálogo de produtos, slideshows, etc.

A base de plugins do WordPress está entre as maiores e mais avançadas e muitos bons plugins são também gratuitos. Sempre que preciso de uma nova funcionalidade para meus sites, dificilmente preciso programá-las, basta procurar um plugin com paciência e pronto.

Conhecimento

Umas das grandes vantagens do WordPress para iniciantes, sem dúvida, é a facilidade para se construir um site profissional com pouco tempo de estudo. Você não precisa dominar PHP, MySQL, CSS, HTML e Javascript para construir um site moderno e avançado. Com algumas semanas de dedicação e treino é possível construir sites impressionantes.

Documentação

WordPress é um software bem desenvolvido, estruturado e documentado. Ao desenvolver um site, é muito provável encontrar soluções para os problemas que você vai enfrentar com uma simples busca na internet.

Além disso, o Codex, a documentação oficial, é brilhante, completo e de entendimento razoável. Muita coisa ainda está em inglês, mas isso tem mudado bastante.

Mas como nem tudo são flores e maravilhas, existem pontos negativos a serem conhecidos. A seguir apresento os fatores que podem dificultar a vida de usuários menos experientes:

Principais Desvantagens do WordPress

Segurança

Se você nunca administrou um site antes, saiba que com WordPress estará na mira de hackers e spammers desde o início. Por ser muito popular, atacantes dos mais variados tipos constroem diariamente ferramentas de invasão remota para tentar hackear sites WordPresss.

Como muitos iniciantes não tem noção de segurança (utilizam usuários e senhas previsíveis, não atualizam o site com frequência e não adotam boas práticas de segurança), as chances de você ser hackeado no início, se não estiver preparado, são grandes. Já vi muitos sites de usuários nem tão iniciantes assim, com código malicioso devido a temas piratas, usuários e senhas padrões (como admin), com temas, plugins e o próprio WordPress desatualizados e sem que a vítima saiba, o site sendo controlado remotamente por hackers para enviar spam, links etc.

Atualizações

Manter seu WordPress atualizado ainda é tarefa árdua. Se você tiver um número razoável de plugins em seu site (mais de cinco) é provável que terá que efetuar ao menos uma atualização por semana. Esqueça a ideia de lançar e abandonar: quando se trata de WordPress, você precisará administrar seu site diariamente, sempre mantendo-o atualizado.

Pela minha experiência, usuários iniciantes não tem ideia do risco que correm ao deixar um plugin, tema ou o próprio WordPress sem atualização. Isso compromete drasticamente a segurança do site. Acredito que no futuro o WordPress oferecerá um sistema descente de atualizações automáticas, mas até lá, prepara-se para trabalhar duro nesta frente.

Temas e Plugins Caros

Já adianto que os melhores temas e plugins para WordPress são pagos em algum momento (não necessariamente no início). Assim, se você pretende expandir seu site com recursos avançados de alto nível, prepare-se para gastar e gastar em dólares. Para nós brasileiros isso é um grande problema, pois a cotação do dólar dificilmente se mantém abaixo dos três reais.

Assim, não é difícil o cenário onde você instala, por exemplo, o WooCommerce gratuitamente mas precisa adicionar 2 ou 3 extensões pagas para atingir seu objetivo. Os preços variam muito dependendo da complexidade do tema e do plugin, algo entre 10 a 150 dólares.

A boa notícia é que cada vez mais temos temas e plugins de alta qualidade gratuitos, mas os top mesmo, costumam ser pagos.

Difícil no Início

Um grande erro que muitos (a maioria?) dos iniciantes cometam é achar que serão capazes de construir um site profissional logo na primeira tentativa. Ou com pouco ou nenhum estudo, serão capazes de usar a ferramenta. Isso não é verdade na maioria dos casos. Se você nunca utilizou WordPress, vai sofrer no começo para atingir seus objetivos.

Mas isso não deve ser uma desculpa para desistir, pois além dos ótimos cursos existentes (dentro ou fora da Cursos7), existe muito conteúdo na internet para lhe ajudar a aprender cada vez mais. Mas você precisa estar disposto a aprender e investir tempo nisso.

Escalabilidade

Aumentar o tamanho de um site WordPress pode ficar doloroso. Quanto mais plugins você adicionar e mais complexo for seu tema, mais você sentirá que a eficiência do site irá cair. A ideia de expandir as funcionalidades do site com plugins é ótima, mas tem um custo: quanto mais plugins, mais trabalho terá para atualizá-los e mais lento seu backend (e talvez frontend) irá carregar.

Muitos plugins e temas são desenvolvidos por empresas que solicitarão de você atenção extra e isso poderá custar caro no longo prazo, especialmente em tempo dedicado para administrar seu site.

Conclusão

WordPress nunca foi tão acessível para iniciantes. Você não precisa se tornar um desenvolvedor web para construir um site profissional com este CMS. Mas terá que estudar, praticar e se dedicar. Mas, desde o início é bom conhecer os pontos fortes que irão funcionar a seu favor e os pontos fracos que poderão lhe atrapalhar em algum momento, e se preparar para eles.

O WordPress não para por aqui. Conheça as vantagens e desvantagens na prática!

Se você está interessado em aprender mais sobre WordPress e quer uma força extra, conheça os cursos que a Cursos7 oferece.

Marco Floriano
administrator
Cientista da Computação, é desenvolvedor na Setor9 e fundador da Cursos7, escola de cursos online para quem deseja aprender a criar sites.

Comentários

  • Frank William B. de Oliveira
    21 de novembro de 2015

    Valeu pela dica… Estava confuso entre o wordpress e os templates da embratel cloud. Vou buscar mais paciência e conhecimento e investir no press, acredito agora que valha a pena.

    • Cícero Joceilton
      3 de junho de 2016

      Eu sempre fui inimigo dos CMS’s, porém tenho que admitir que o wordpress é muito bom, claro se você sabe utilizar bem, eu recomendo que quem tenha interesse no CMS, estude programação para suprir algumas deficiências e aprimorar seu site, se puder aprenda a desevolver plugins e temas, então irá ganhar bastante em perfomance, eu particularmente prefiro continuar desenvolvendo a código puro.

  • Marcos Gabler
    8 de maio de 2016

    Sou desenvolvedor WordPress e gostei muito da sua clareza para explicar estes pontos. Parabéns!

  • Claudio Pacheco
    18 de maio de 2016

    Boa noite meu caro. Desenvolvi um site em PHP (www.morareviajar.com) e agora estou investindo em fazer um blog de apoio ao site abordando o tema morar e viajar. Utilizei CSS para construir o site tableless e consegui colocar um bom sistema de busca. Minha dúvida é se devo concentrar todo o site no WordPress para ganhar mais integração e melhorar minha busca no SEO. Seria uma vantagem ou devo continuar com o site em PHP e usar o WordPress apenas para o blog como pensei inicialmente? Abraços, Pacheco

    • Marco Floriano
      19 de maio de 2016

      Olá Claudio, primeiramente meus parabéns por desenvolver um site do zero em PHP. Fiz isso algumas vezes no passado, porém as limitações são grandes e me arrependo muito de não ter adotado um CMS desde o início. Apenas para citar um ponto, veja a aparência do seu site: parece um site da década de 90. Com um CMS você pode comprar um tema profissional e personalizar a aparência de seu site. Em termos de SEO então nem se fala. Como você domina PHP, seus conhecimentos poderão ser transferidos para o desenvolvimento de funcionalidades do seu site com plugins. Portanto não perca tempo como eu perdi, passe tudo para WordPress e concentre-se no marketing deste site. Abraços e boa sorte!

      • Nina Alvarenga
        12 de novembro de 2016

        Gostei da sua sugestão! Obrigada.
        Retomei a ideia de um blog, agora com uma nova identidade.
        http://www.ninaalvarenga.wordpress.com

      • Átila
        15 de maio de 2017

        Boa noite pessoal,
        Marcos Floriano existe algum site em que eu possa comprar um tema em que a documentação seja em português? Suporte em português com temas bem elaborados?

  • Edson
    24 de junho de 2016

    As informações aqui foram de grande importância, principalmente para quem está iniciando.

  • Murillo
    1 de julho de 2016

    Ótimas informações, muito bem escrito, descreve bem as principais vantagens e desvantagens.

  • Mariana Gomes
    18 de agosto de 2016

    Queria muito saber se quando compro um tema profissional os plugins acompanham o pacote do tema?

    • Marco Floriano
      18 de agosto de 2016

      Olá Mariana, depende muito do tema. Na grande maioria dos casos eles acompanham, ao menos com uma licença de uso temporária. Qual tema está pensando comprar?

  • Itul
    30 de agosto de 2016

    Eu quero abrir uma loja grande online será que dá para usar o WordPress?

    • Brenner Lopes
      31 de agosto de 2016

      Olá Itul! É possível desenvolver uma loja virtual grande e segura com o WordPress. Dê uma olhada na ementa do nosso curso de WordPress E-Commerce através deste link: https://cursos7.com.br/curso-de-wordpress-e-commerce/

      Qualquer dúvida ou informação pode enviar um e-mail para o atendimento@cursos7.com.br que estaremos disponíveis para lhe ajudar.

      Abraço.

    • Marco Floriano
      31 de agosto de 2016

      Depende do tamanho dessa grandeza toda rsrsrsrs. Se você tem uma equipe competente de desenvolvedores de software, utilizar WordPress provavelmente não é uma boa ideia. Porém se você tem apenas uma pessoa para desenvolver e manter a loja, ou será você mesmo a faze-lô, diria que WordPress com WooCommerce é uma boa pedida. Porém você deve pesquisar e considerar outros CMSs focados em e-commerce primeiro, como Magento e PrestaShop.

  • Emanuel
    14 de outubro de 2016

    Pensei que wordpress não tenha que preocupava com actualização, que erra tudo automático….!!?

    • Marco Floriano
      17 de outubro de 2016

      O core do WordPress pode ser atualizado automaticamente dependendo do serviço de hospedagem que você escolher. Porém essa atualização não é imediata e já tive sites hackeados horas depois de um major update. Por outro lado os plugins e temas sempre terão que ser atualizados manualmente pelo usuário, mas a tendência é que num futuro não muito distante tudo seja atuamatizado mesmo.

  • Emanuel
    14 de outubro de 2016

    Joomla e wordpress qual é o melhor??
    Quais são ou qual é o maior ponto negativo do joomla em relação a wordpress??

    • Marco Floriano
      17 de outubro de 2016

      Na minha opinião a maior superioridade do WordPress é a comunidade. A comunidade Joomla é pequena e consequentemente carece de um ecossistema rico, quando comparado ao WordPress. Mas de forma alguma isso é um ponto negativo. Joomla é um CMS maduro e muito profissional. Mas para um iniciante que nunca criou sites, o WordPress é melhor pedida em 2016.

  • Igor Herbert
    2 de novembro de 2016

    Quero colocar anúncios no meu site grátis do WordPress. É possível?

    • Brenner Lopes
      3 de novembro de 2016

      Olá Igor, tudo bem? Existem alguns plugins que fazem este serviço. Dê uma olhada nos seguintes links: Advanced Ads e Google AdSense. Abraço.

    • Marco Floriano
      3 de novembro de 2016

      Se seu site estiver na plataforma WordPress.com:
      Neste momento (11/2016) na forma gratuita você é obrigado a exibir os anúncios do WordPress.com. Se você fizer um upgrade para a versão Pessoal eles vão remover os anúncios deles, mas você ainda não poderá colocar os seus. Se migrar para o plano Premium ou Business, além de remover os anúncios deles você poderá colocar os seus a fim de monetizar seu site. Abs

  • David Closs
    13 de janeiro de 2017

    oi, eu estou começando agora, e senti muita dificuldade em lançar site pelo wix, também tentei pela ferramenta do google, é simples, mas a qualidade é muito inferior. Eu estou com a versão grátis do wordpress, mas pretendo pegar um pacote para mudar minha url. porém não entendo nada sobre estes plugins que você mencionou.

  • […] Cursos 7 […]

  • Gabriel Soligo
    9 de abril de 2018

    Eu amo WordPress!

    Espero que o mercado só melhore com essa ferramenta maravilhosa. Devo muito da minha vida para essa plataforma, Recomento muito!!!

    Obrigado pelo post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *